sexta-feira, 22 de novembro de 2013

EXPOSIÇÃO ICONOSTÁSIO


Nesta série, busco inspiração através da observação da religiosidade e devoção do povo eslavo aos ícones sacros. No interior das igrejas na nave central, há a elaboração de altares em forma de pinturas de imagens de Jesus, Nossas Senhoras, Santos e Anjos, muito particulares na arquitetura da Europa oriental eclesiástica e católica. Sobre meu olhar artístico, incorporei as imagens sacras em vestes eslavas no interior das matryoszkas.
A reflexão e paz interior estão na forma das Matryoszkas, que significa mamãezinha querida, uma referência a Maria, mãe da humanidade, onde de seu ventre sagrado nascem às imagens e também ao próprio ato de guardar uma matryoszka dentro da outra, nos remetendo a espiritualidade, a alma de cada ser.

A Iconofilia é uma veneração as imagens sacras pintadas inicialmente no mundo bizantino sobre madeira ou pele de animais e no mundo contemporâneo estão no campo bidimensional e em murais religiosos e se caracteriza pela fé e religiosidade em ícones, mantendo o respeito de não tocar nas imagens pintadas, recorrendo assim aos rushnyks, um pano de tecelagem bordada envolvendo o ícone e que invoca o poder espiritual podendo ser tocado, e neste momento proferir orações.

Este ritual sagrado nos remete a introspecção e repeito a seres que aqui estiveram em sua vida humana e nos deixaram mensagens na forma de ensinamentos de amor, compreensão, paz, entre tantos outros que no cotidiano deixamos adormecidos, mas que estão em nossa essência, para tanto esta coletânea nos faz refletir e apreciar com admiração e respeito a um mundo invisível, porém presente em nossas vidas.
Eloir Jr.
Artista Plástico
Curador

terça-feira, 22 de outubro de 2013

MATRYOSZKA SÃO FRANCISCO DE ASSIS

Matryoszka São Francisco de Assis
Acrílca s/tela - 50 x 40 cm.
2013
Homenagem ao centro histórico de Curitiba-PR, bebedouro do Largo da Ordem e Igreja da ordem 3a. de São Francisco de Assis.

MATRYOSZKAS EM CENA

Obra em homenagem ao festival de Teatro de Curitiba - Paraná
Acrílica s/tela
30 x 25 cm.
2013

LENDA DA ERVA MATE NO PARANÁ

Lenda da Erva Mate no Paraná
Acrílica s/tela 60 x 40 cm.
2013


Conta-se que Deus, acompanhado por São José e São Pedro, em uma longa jornada, pediu pousada na casa de um índio, já velhinho e muito pobre, que tinha como único bem, uma jovem e linda filha. O bom índio acolheu os incógnitos visitantes com carinho e hospitalidade. Querendo recompensá-lo, Deus disse ao ancião: - Vou premiá-lo pela generosidade de sua acolhida, tornando imortal, sua bela e inocente filha, a quem você quer tanto.

E assim, Caá-Yari, a jovem guarani, foi transformada na árvore de erva-mate, que desde então existe e por mais que a cortem, sua folhagem volta a brotar e a florir sempre mais vigorosa, permanecendo eternamente jovem. Caá-Yari tornou-se a deusa dos ervais protegendo suas selvas, favorecendo os ervateiros, abreviando seus caminhos, diminuindo-lhes o peso dos feixes e mitigando-lhes a árdua e cansativa jornada de trabalho nos ervais.

EXPOSIÇÃO CARROUSEL DU LOUVRE-2013







Com a curadoria de Heloiza de Aquino Azevedo, 72 artistas brasileiros e franceses estaremos presentes na grandiosa exposição beneficente pela luta contra o câncer. Serão leiloadas 72 obras doadas pelos artistas participantes e os fundos arrecadados serão doados para dois hospitais do câncer, um no Brasil e um na França.


Exposition d'art contemporain au Carrousel du Louvre - 21 septembre - 72 artistes brésiliens et français pour la lutte contre le cancer - Commissaire de l'exposition - Heloiza de Aquino Azevedo.

Carla Schwab e eu estaremos presentes com 03 telas de cada um.

SAMEDI 21 SEPTEMBRE AU CARROUSEL DU LOUVRE
SALLE SOUFFLOT - 99 RUE DE RIVOLI - 75001 – PARIS

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

JACIRA - 2a. LENDA INDÍGENA DAS CATARATAS DO IGUAÇÚ

JACIRA – JACYROWSKA
Acrílica s/Tela - 6x40 cm.
2ª. Lenda das Cataratas do Iguaçú
Uma  segunda lenda  das Cataratas do Iguaçú, nos conta que quando o deus Mbá morreu, a índia Jacira, chorando sem parar,  sentou-se sobre uma grande rocha de onde escorria um filete de água. Este filete foi aumentando com suas lágrimas, cada vez mais, até se transformar em cascatas e assim nasceram as Cataratas do Iguaçú,  das incansáveis lágrimas de Jacira.
E dizem que se você apurar os ouvidos escutará uma voz vinda das águas, chamando:
– Mbá, Mbá, Mbá...

sexta-feira, 12 de julho de 2013

FOTOMOBILIZAÇÃO CATAVENTO-BIENAL INTERNACIONAL DE CURITIBA 2013

Matryoszkas recortadas e multifacetadas na forma de cataventos sobre fundo preto para Fotomobilização Catavento da Bienal de Curitiba.
Matryoszkas Catavento I

Matryoszkas Catavento II

Matryoszkas Catavento III

Matryoszkas Catavento IV

Matryoszkas Catavento V


Matryoszkas Catavento VI











domingo, 23 de junho de 2013

ORAÇÃO DO ARTISTA PLÁSTICO

Matryoszka Frá-Angélico - Padroeiro dos Artistas Plásticos
Mista s/tela - 50x40 cm. 2013
ORAÇÃO DO ARTISTA PLÁSTICO 
dia 08 de Maio
Senhor! Tu que é o maior dos artistas, fonte das mais belas inspirações,
louvada missão de servir-te com alegria e de exercer o meu trabalho com amor e dedicação. Por isso, agradeço-te por permaneceres sempre comigo. Mesmo incompreendido ou diante de desafios, quero sustentar em minha vocação a energia de vencer e realizar meus projetos no imenso cenário da vida. Dá-me equilíbrio entre a razão e a emoção, humildade e sabedoria para me aperfeiçoar. Inspira-me, ó Mestre, à criação do novo e do belo. Protege, também todos os artistas em suas carreiras e gêneros. Faze com que minhas obras contribuam para a construção de teu reino e que eu prospere, seguindo teus desígnios, pelos caminhos gloriosos da arte.

Amém

EXPOSIÇÃO METAMORFOSE DAS CORES -ESPAÇO DE ARTES FRANCIS BACON

Momentos da exposição Metamorfose das Cores, onde apresentei a série Iconostásio em 19/06/2013, permanecendo até 05/08/2013.


sábado, 16 de março de 2013

SAUDACÃO UCRANIANA - PÃO E SAL

"Saudação Ucraniana"
Acrílica s/ tela
60 x 40 cm
Pão e sal
Este antigo costume tem sobrevivido desde os tempos mais antigos. De acordo com a tradição ucraniana, polonesa e russa, segurando pão e sal, os pais recebem a noiva e o noivo, os anfitriões recebem convidados importantes em suas casas. Também com pão e sal  recebem os representantes de outros países  no desembarque do avião. Se você tiver a honra de ser recebido desse jeito, deve pegar um pedacinho de pão e mergulhá-lo em sal, com essa atitude o visitante estabelece uma relação de confiança especial com quem o recebe, que através desse gesto, reconhecem a pureza de suas intenções e pensamentos. A dupla de pão e sal não surgiu por acaso: pão de trigo ou de centeio simboliza prosperidade e riqueza, os temperos que às vezes adicionam na receita têm a capacidade de proteger dos espíritos maus.


domingo, 10 de março de 2013

MOSTRA CULTURAL: UCRÂNIA E SUA ARTE MILENAR

Sob a curadoria do jornalista e produtor cultural, Maurício Coutinho, e realização do Consulado Honorário da Ucrânia em São Paulo e a Sociedade Ucraniano Brasileira "Unificação, no período de 11 a 31 de março de 2013, acontece no Shopping Light, a mostra cultural "Ucrânia e Sua Arte Milenar", enfocando a pintura das Pêssankas, a dança, a música, as artes de modo em geral, bem como aspectos geográficos, econômicos e sociais da própria Ucrânia.  Eloir Jr., considerado um dos mais consagrados artista plásticos do Paraná e do Brasil,  estará fazendo um workshop de pintura dias 26 e 27 de março na Mostra Cultural no Shopping Light em São Paulo.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

LENDA DE VILA VELHA - PR

"Aracê Porangowska"
Acrílica s/tela
60 x 40 cm.
Obra em homenagem a índia Aracê Poranga.
Existe uma bonita lenda que conta a história da formação de Vila Velha. A lenda de Vila Velha, ou de Itacueretaba ("cidade perdida de pedra") é de domínio popular e não se sabe a proveniência da narrativa. Ela exalta a riqueza dos antigos índios que habitavam o local, numa narrativa entremeada de grandes guerreiros, amores e traições, além de tesouros legados por deuses.

Segundo a lenda, esse recanto foi escolhido pelos primitivos habitantes para ser o Abaretama, "terra dos homens", onde esconderiam o precioso tesouro "itainhareru". Tendo a proteção de Tupã, era cuidadosamente vigiado pelos apiabas, varões escolhidos entre os melhores homens de todas as tribos. Os apiabas desfrutavam de todas as regalias, porém era-lhes vedado o contato com as mulheres, mesmo de suas próprias tribos. A tradição dizia que as mulheres, estando de posse do segredo do Abaretama, revelariam aos quatro ventos e, chegada a notícia aos ouvidos do inimigo, estes tomariam o tesouro para si.

Dhui fora escolhido para chefe supremo dos apiabas. Entretanto, não desejava seguir aquele destino. Seu sangue se achava perturbado pelo fascínio feminino. As tribos rivais, ao terem conhecimento do fato, escolheram Aracê Poranga para tentar o jovem guerreiro e tomar-lhe o coração para conseguir o segredo do tesouro.

Não foi difícil Aracê se apaixonar completamente por Dhui. Numa tarde primaveril, Aracê veio ao encontro de Dhui trazendo uma taça de "uirucuri", o licor de butias, para embebedar Dhui. No entanto, o amor já se assenhorava de sua razão e ela também tomou o licor, ficando ambos sob a sombra de um Ipê, languidamente entrelaçados.

Tupã vingou-se, desencadeando um terremoto que abalou toda a planície. Abaretama, completamente destruída, tornou-se pedra. O tesouro de ouro fundiu-se e liquidificou-se, transformando-se na Lagoa Dourada. Os dois amantes, castigados, foram petrificados um ao lado do outro. Junto a eles ficou a taça, igualmente petrificada. E foi assim que Abaretama se tornou Itacueretaba. 

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Paraná-Berço das Etnias

Paraná-Berço das Etnias
acrílica s/tela-50x70 cm.

"Saudades da Ucrânia"

"Saudades da Ucrânia"
Acrílica s/tela - 90x70 cm.

Trem da etnias

Trem da etnias
Acrílica s/tela 50x70 cm.

"Lembrança Eslava"

"Lembrança Eslava"
Acrílica s/tela - 50x40 cm.

Bordadeira Eslava

Bordadeira Eslava
Acrílica s/tela - 70x50 cm.

Coreto Polonês

Coreto Polonês
Acrílica s/tela 70x50 cm.

"Bapka-Chá das Vovós"

"Bapka-Chá das Vovós"
Acrílica s/tela - 50x40 cm.

A Justiça das Etnias

A Justiça das Etnias
Obra incorporada ao livro dos 75 anos OAB-PR

Anistia Polaca

Anistia Polaca
Obra incorporada ao Livro dos 75 Anos OAB-PR

OLHAR POLACO

OLHAR POLACO
Acrílica s/tela - 50x60 cm. - 2009 Obra do selo postal nacional em homenagem ao cinqüentenário de Brasília.

CARTELA DO SELO POSTAL NACIONAL

CARTELA DO SELO POSTAL NACIONAL
Cinqüentenário de Brasília